Secretário de Transportes de Doria é preso pela PF em operação contra fraudes na Saúde

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (06) o secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy (PP), durante operação para desarticular um grupo de empresários e agentes públicos que realizavam contratações dirigidas, especialmente na área da saúde.

- PUBLICIDADE -

Foto: Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba

Preso em São Paulo, Baldy é secretário da gestão do governador João Doria (PSDB) desde o início do ano passado. Ele também já foi ministro das Cidades durante o governo de Michel Temer (MDB) e ainda deputado federal por Goiás.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Outras duas pessoas foram presas, entre elas um pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto. As prisões do secretário e do pesquisador são temporárias. O prazo é de cinco dias, mas pode ser prorrogado.

Baldy foi preso na Operação Dardanários, contra desvios na Saúde no Rio de Janeiro e em São Paulo, envolvendo órgãos federais. A PF afirma que identificou “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas”.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir