Como evitar golpes e dor de cabeça durante a Black Friday

- PUBLICIDADE -

A Black Friday está chegando e conforme as vendas aumentam, aumenta também a ansiedade dos consumidores.

O comércio enxerga a Black Friday 2017 com otimismo; um otimismo ainda maior se comparado ao mesmo período de 2016, com aumento possível de 4% nas vendas. A expectativa é que três entre cada 10 brasileiros saiam para as compras.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

E se o número de vendas é alto, o de fraudes também é. Reflexo que muitos consumidores ainda não sabem se prevenir da maneira correta.

Por isso, a fim de inibir o número de fraudes e ofertas falsas, o Procon já se adiantou e tratou de enviar um alerta aos consumidores que pretendem se aventurar nas compras.

Site seguro é sinônimo de compra segura

O consumidor que desejar efetuar compras on-line deve ver bem onde coloca os dados do cartão de crédito.

Verifique se o site possui um certificado digital responsável pela criptografia dos dados enviados. Se você não sabe o que isso significa, basta dar uma olhada na barra de navegação. A barra deve ser verde e começar com https.

Mantenha seu computador protegido

É bom realizar periodicamente uma avaliação em seu computador para ver se ele é sucessível a roubos de dados.

Esse conselho vale não só para a Black Friday, mas para o ano todo.

Cuidado com os anúncios em e-mails e redes sociais

Durante a Black Friday, é comum o consumidor receber com e-mails com ofertas tentadoras de produtos. A mesma coisa ocorre nas redes sociais.

Cuidado, isso pode ser uma tentativa de roubo de dados. Nem sempre e-mails malignos caem no spam.

Fuja de redes abertas wi-fi

Evite a todo custo realizar transações financeiras em redes abertas de wi-fi, seja através de seu tablete, notebook ou smartphone.

Redes abertas de wi-fi facilitam que hackers roubem os seus dados.

Procure conhecer a empresa antes de comprar

Antes da compra, busque informações sobre a empresa, pois, durante a Black Friday, centenas de “empresas falsas” pipocam pela internet.

A empresa na qual você comprou possui endereço físico? É idônea? Há reclamações a respeito dela? Você conhece quem já comprou nela?

Comprou durante a Black Friday? Peça nota fiscal!

A nota fiscal é sua garantia de que a compra foi efetuada com sucesso, por isso tenha ela sempre em mãos.

Além disso, a nota fiscal possui detalhes do produto, do vendedor e fornece sua garantia em caso de defeitos ou problemas.

No ano passado, o Procon-SP divulgou os nomes das empresas com maior número de reclamações durante a Black Friday. As campeãs de críticas foram Adidas, Grupo Pão de Açúcar, Kabum, Walmart, Magazine Luiza e Carrefour.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir