Ativista que pede indenização de R$ 2 milhões para Neymar relata ameaças de morte

- PUBLICIDADE -

O ativista LGBTI+ Agripino Magalhães relatou estar sofrendo ameaças de morte após denunciar Neymar Jr. no Ministério Público de São Paulo, por chamar Tiago Ramos, ex-namorado da mãe do jogador, de “viadinho” e outras ofensas homofóbicas em áudio vazado no início dessa semana.

Ativista que pede indenização de R$ 2 milhões para Neymar relata ameaças de morte
Foto: Reprodução/Instagram

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Recebi mensagens pesadas nas redes sociais, mas comecei a ficar assustado mesmo com as ligações telefônicas. As pessoas me ameaçam e demonstram saber da minha rotina, da minha vida. Estou com medo”, contou Magalhães à colunista Fábia Oliveira do jornal O Dia.

Com a consultoria do advogado Angelo Carbone, o ativista está pedindo a prisão preventiva de Neymar e os ‘parças’ por crime de homofobia e formação de quadrilha, e também uma indenização de R$ 2 milhões, que serão doados a uma ONG em prol a comunidade LGBTQ+.

Neymar usou o termo “viadinho” para falar sobre o ex-namorado da sua mãe. Já os seus amigos, que não tiveram a identidade divulgada, ofereceram ajuda caso o craque do PSG quisesse se vingar de Tiago Ramos. “Vamos matar, enfiar um cabo de vassoura no c* dele”, fala um deles.

Além da indenização e acusação, Agripino Magalhães também pede na justiça a apreensão do passaporte do atacante do Paris Saint-Germain, na França, para que o jogador não deixe o país.

“Não é compreensível o crime que Neymar praticou. Da mesma forma como não é compreensível chamar negro de “macaco” na hora da raiva”, escreveu o ativista em uma publicação. “É pra isso que eu luto todos os dias! Não diminua o peso de algo que mata muitos de nós em nosso país”, completou Magalhães.

Procurada pela reportagem, a assessoria do Neymar afirmou que não irá se posicionar. Até o momento o ativista também não respondeu ao nosso pedido de pronunciamento.

História

No último dia (02) de junho, Tiago Ramos, 23, e a mãe do jogador Neymar, Nadine Gonçalves, compareceram à delegacia de polícia em Santos, no litoral paulista, para prestar depoimento sobre o suposto acidente doméstico envolvendo o modelo.

O acontecimento só veio à tona na sexta-feira passada 0(5), após um áudio de Neymar vazar na web. Na gravação, o jogador xinga o modelo e fala sobre uma suposta briga com sua mãe, Nadine Gonçalves.

“Ela está lá com o namoradinho dela, que dá o c*. Ele deu uns tocos no vidro da varanda… e ela fala pra mim que ele tropeçou da escada e foi apoiar, mas da escada para o vidro que está quebrado é muito longe, tá ligado?”, explica em uma conversa com amigos.

Ainda no áudio um dos colegas do craque pergunta sobre a situação de Nadine e ele afirma: “Eu mandei o Cris lá para ver minha mãe, se tinha algum risco de… Se ela tomou alguma pancada, sei lá, alguma coisa…”

A assessoria de imprensa de Neymar confirmou que o modelo teria sido hospitalizado após sofrer um acidente doméstico e que estava tudo bem. Mas segundo o G1, Ramos feriu o braço direito depois de dar um soco em uma vidraça no apartamento em que estava com Nadine em Santos, litoral de São Paulo. Ele acabou levando 12 pontos.

Após a polêmica, o namoro entre Nadine Gonçalves e Tiago Ramos chegou ao fim. A informação sobre o término foi confirmada à reportagem pela assessoria de imprensa do atacante nesta quarta (10).

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir