Zilu perde processos milionários contra Zezé Di Camargo, diz colunista

Após anos de guerra na Justiça, Zilu Godoi perdeu todos os processos que movia contra o ex-marido Zezé Di Camargo.

- PUBLICIDADE -

Brigando na Justiça há anos contra Zezé Di Camargo pela revisão dos bens divididos na separação do casal, em 2014, Zilu Godoi acabou perdendo os processos que movia contra o ex-marido.

uma foto de zilu e zeze
Foto: Reprodução

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A informação foi dada com exclusividade por Fábia Oliveira, de acordo com a colunista, Zilu perdeu os três processo que tinha contra Zezé Di Camargo.

Em sentença publicada terça-feira (11), a juíza Natalia Assis anula o processo no qual Zilu pedia a anulação e a revisão de todos os acordos de partilha feitos anteriormente com Zezé Di Camargo, alegando que ela teria sido vítima de ameaça, golpe na hora de assinar os acordos e que o cantor omitiu alguns bens.

Mas, o juiz entendeu que a empresária não apresentou provas válidas suficientes que embasassem suas acusações.

Foi justamente nesse processo que os filhos de Zilu e Zezé, Camila, Igor e Wanessa, saíram em defesa do pai alegando que nem eles, nem o pai, teriam forçado ou coagido a empresária a assinar nada contra sua própria vontade.

Caso Zilu Godoi saísse vitoriosa na batalha judicial de anos contra o cantor sertanejo, ela passaria a ter direito a herdar grande parte do patrimônio de Zezé Di Camargo, inclusive os bens que ele adquiriu após a separação, já que eles se casaram com comunhão total de bens.

  • Fique por dentro das últimas fofocas das celebridades, notícias de entretenimento e tudo sobre os reality shows em nosso GRUPO DE FOFOCAS DO FACEBOOK.

Atualmente, Zezé Di Camargo é casado com Graciele Lacerda, suposta amante do cantor na época em que ele ainda tinha um relacionamento com Zilu. Muitos afirmar que o cantor teria, inclusive, saído de casa por conta da musa fitness, contudo, eles negam essa informação.

Desde a conturbada separação em 2012, oficializada em 2014, Zezé e Zilu vivem em pé de guerra. A situação piorou em 2016 quando a empresária entrou na Justiça pedindo a revisão da partilha de bens e passou a compartilhar indiretas nas redes sociais.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir