Justiça nega pedido de recuperação judicial ao Hopi-Hari

- PUBLICIDADE -

Foto: Grupo Unidas
Foto: Grupo Unidas

O parque temático Hopi Hari, localizado na Rodovia dos Bandeirantes, em Vinhedo, deve decretar falência e continuará fechado por causa de uma dívida de R$ 330 milhões.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O Parque pediu à Justiça prazo para se recuperar financeiramente. Mas segundo despacho da juíza Euzy Lopes Feijó Liberatti, da 2ª Vara Cível de Vinhedo, o Hopi Hari não tem mais garantias para liquidar as dívidas e ela negou pedido de recuperação judicial.

O parque está oficialmente fechado segundo o sindicalista Anderson Carlos. Segundo ele, o Sindicato esteve presente desde o inicio com seus colaboradores e está fazendo o possível para garantir os empregos de cerca de 80 pessoas.  A proposta é se reunir com os funcionários para definir a assistência judicial e garantir as verbas rescisórias corretamente diante das leis trabalhistas.

Por Tha Meitling

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir