Globo escala “O Profeta” para salvar suas tardes

- PUBLICIDADE -

o profeta globoA partir de 25 de fevereiro, a novela “O Profeta” estará de volta à programação da Rede Globo, no Vale a Pena Ver de Novo. A escolha parece ter sido um grande acerto, sobretudo diante de todos os impasses que a emissora tem sofrido, principalmente quando o assunto é reapresentar suas produções do Horário Nobre.

Há muito tempo a emissora carioca tenta, sem sucesso, reapresentar grandes sucessos exibidos às 21 horas, como Celebridade, Belíssima e Páginas da Vida, o que nunca é possível devido às inúmeras regras impostas pelo Ministério da Justiça quanto à Classificação Indicativa, que não permite certas cenas no horário vespertino. Para estas produções obterem classificação “Livre” ou “10 anos” seriam necessários tantos cortes, a fim de adaptá-las ao horário, que chega até se tornar inviável reapresenta-las desta maneira, pois muitas sequências ficariam confusas e sem sentido. Lembrando que em 2009 a reprise de Senhora do Destino quase teve de ser retirada do ar, devido ao “vazamento” de cenas impróprias para o horário.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Assim sendo, a Globo tem optado por escolher tramas mais leves e recentes, pois até mesmo novelas mais antigas podem ser barradas pelo Ministério da Justiça – Mulheres de Areia, que foi exibida livremente às 18 horas, em 1993 e reprisada em 1997, foi reclassificada como “imprópria para menores de 12 anos” logo após sua segunda reprise, entre 2011 e 2012. A situação é tão crítica que produções como “Chocolate com Pimenta” e “Da Cor do Pecado” chegaram a ser reapresentadas duas vezes num curto intervalo de tempo. Logo, as opções disponíveis no acervo da emissora ficam cada vez mais escassas, ainda mais quando se analisa o fato de que a maioria das novelas das 18 e 19 horas lançadas há pouco tempo foram grandes fracassos de audiência, tanto é que “O Profeta”, a próxima reprise, foi a última novela das 18 horas a registrar mais de 30 pontos de audiência no Ibope. Agora, a trama exibida entre 2006 e 2007, escrito por Ivani Ribeiro e adaptada por Duca Rachid e Thelma Guedes, volta com a missão de manter estáveis os índices de audiência do horário e tentar aumentá-los. É esperar para ver!

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir