Ibope passará a medir audiência de programas vistos fora do tempo real; Entenda

- PUBLICIDADE -

Buscando aferir com mais precisão a audiência de programas, o Ibope anuncia que começará a medir os números de atrações vistas fora do tempo real de exibição na TV.

A tecnologia que o instituto usará será a Time Shifted Viewing (TSV), que integrará dados de vídeo sob demanda e de TV vista pelo celular.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Por ora, os índices medidos serão apenas das duas e mais importantes praças do país: Rio de Janeiro e São Paulo, e serão apenas fornecidos para as emissoras de televisão, sem divulgação para a imprensa ou público.

A partir do próximo ano, o Ibope prevê que os dados sejam oficialmente disponibilizados para as 15 praças que compõem o Painel Nacional de Televisão (PNT). O levantamento que consolidará o consumo da programação de TV sob demanda, o batizado Catchup TV, também está previsto para iniciar em 2015.

A intenção do grupo é que até o fim do ano que vem todos os números sejam nomeados em um único relatório, para que emissoras e agências possam negociar baseados num painel completo do consumo de conteúdos.

Esta novidade acaba com uma das principais reclamações das emissoras em relação ao Ibope. Vale lembrar que este era um dos motes da GFK, concorrente do Instituto, que começará a operar no Brasil em 2015.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir