Xuxa Meneghel lamenta ofensas recebidas: “Fui chamada de puta, interesseira, garota de programa”

- PUBLICIDADE -

A apresentadora e eterna rainha dos baixinhos Xuxa Meneghel enumerou alguns dos preconceitos que já sofreu ao longo de sua carreira no mundo do entretenimento.

Uma foto de xuxa
Foto: Reprodução

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Aos 17 anos, namorei Pelé, o maior ídolo do país por 6 anos e foi aí que eu conheci a maldade real das pessoas. Fui chamada de puta, interesseira que queria aparecer às custas de um rico famoso, garota de programa de luxo e muitos outros nomes”, lamentou Xuxa em relato publicado na Vogue.

  • Fique por dentro das últimas fofocas das celebridades, notícias de entretenimento e tudo sobre os reality shows em nosso GRUPO DE FOFOCAS DO FACEBOOK.

A rainha dos baixinhos relembrou que o dilema se repetiu quando anunciou o namoro com Ayrton Senna. “Diziam que era um relacionamento de fachada”, comentou.

O desabafo de Xuxa, feito em sua coluna na revista Vogue, foi motivado pelas críticas que a apresentadora tem recebido por escrever um livro infantil no qual a personagem tem duas mães.

A apresentadora explicou que o livro é baseado em uma história real. “Estou sendo criticada por escrever livros para crianças. Um em especial, que ainda nem saiu, inspirado na milha afilhada Maya, onde conto a história de uma menina que quer tanto ser amada, quer tanto alguém especial ao seu lado, que Deus lhe dá duas mães”, disse.

“Agora, eu peço aos intolerantes. Não querem ajudar? Não atrapalhem! O mundo não precisa da sua ignorância, do seu desamor”, escreveu Xuxa.

Recentemente, Xuxa também virou notícias após rumores de que trocaria a Record para voltar à Globo. As notícias começaram a circular na imprensa após a apresentadora ter feito diversas visitas na emissora.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir