Faltando poucos dias, você sabe o que é e como surgiu a Black-Friday?

- PUBLICIDADE -

Foto: Arquivo

A Black Friday, período em que o varejo concede uma série de descontos aos consumidores, está chegando. Este ano o dia será 24 de novembro.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O período costuma ser bom para muitas pessoas, visto que os descontos concedidos são aproveitados até para os presentes de fim de ano.

Mas afinal, você sabe como a Black Friday teve início?

Black Friday: período de ganhos financeiros

Nos anos 80, os EUA sofriam uma grande instabilidade econômica, visto o crescimento de concorrentes no mercado internacional.

Naquela época, países como Alemanha e Japão passaram a exportar ao mundo seus produtos com preços menores se comparado aos de produtos americanos (reflexo do baixo custo de produção somado à tecnologia desses países).

Por conta disso, em crise, muitos comerciantes americanos operavam suas lojas no vermelho por quase todo o ano, de janeiro a novembro.

Os lucros só começavam finalmente a aparecer para esses comerciantes americanos no fim de ano, após o tradicional feriado do Dia de Ação de Graças.

A questão é que na contabilidade desses varejistas americanos da época, a caneta vermelha era usada para assinalar prejuízos, enquanto que a caneta preta era exclusivamente usada para sinalizar as vendas.

Daí a associação das vendagens à cor preta.

Tal fato chegou a constar na edição da revista Philadelphia Inquirer, de 28 de novembro de 1981, o que comprova sua veracidade.

A Black Friday no Brasil

A Black Friday só começou a ganhar o mundo depois de muito tempo, por conta dos comerciantes canadenses.

Cansados de ver seus fregueses descerem aos Estados Unidos para fazer compras, os canadenses passaram a criar suas próprias megaliquidações.

E não tardou muito para que a data caísse na graça dos varejistas de todo o mundo.

Embora o Brasil não comemore o Dia de Ação de Graças, como acontece nos Estados Unidos – por sinal, um dos mais importantes feriados americanos, só perdendo para o Dia dos Veteranos –, o comércio nacional aproveitou a Black Friday para deixa-la o mais próximo possível do Natal.

A primeira Black Friday comemorada aqui no Brasil foi na quinta-feira, 28 de outubro de 2010.

No passar desses anos, o Sudeste se tornou a região mais consumidora, com 71,5% da população aderindo-se à data; a segunda região que mais consome é o Sul, com 36%.

A região é quem menos consome na Black Friday, com somente 2,1% de vendas.

Black Friday 2017

Este ano, a Black Friday será realizada no dia 24 de novembro.

Os descontos já estão na mira dos consumidores brasileiros; enquanto as lojas, por outro lado, se encontram é na mira do Procon-SP.

O órgão defesa do consumidor já encetou um monitoramento de preços a fim de fiscalizar se há (ou não) cumprimento das ofertas anunciadas pelo varejo. O objetivo disso é inibir fraudes.

Até o momento, a fiscalização do Procon-SP parece estar sob controle, porém, segundo dados divulgados pela Pagar.me, o medo de fraude na Black Friday pode reduzir o consumo dos cidadãos em até 14% neste ano; o valor representa – ainda segundo a pesquisa –, a possibilidade de R$ 360 milhões de reais parar de circular na economia.

Por outro lado, outros já esperam recorde de vendas nesta Black Friday 2017.

O jeito é esperar para ver.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir