Brasil será sede pela segunda vez dos Jogos Universíade de 2019!

- PUBLICIDADE -

Sem concorrentes no pleito, Brasília ganhou o direito de sediar a Universíade de 2019, espécie de Jogos Olímpicos para atletas universitários. A decisão foi anunciada neste sábado após Budapeste, capital da Hungria, ter desistido de participar da concorrência.

“Trazer a competição para Brasília é um exemplo da expansão do movimento do esporte universitário e chamará a responsabilidade da América do Sul para apoiá-lo. A unidade e a diversidade do Brasil, um povo mestiço de europeus, africanos, indígenas e asiáticos, fazem dele um país disposto a receber a Universíade de braços abertos”, disse Aldo Rebelo, ministro do Esporte, em entrevista ao site da pasta.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A decisão foi tomada em Bruxelas, na convenção da Fisu (Federação Internacional de Esportes Universitários). Budapeste, segundo o site da entidade, desistiu da disputa pelo alto custo financeiro e para poder focar em sua candidatura para o Mundial de Esportes Aquáticos de 2021.

Antes dela, Baku, capital do Azerbaijão, já havia feito o mesmo movimento em outubro, para focar em dois outros torneios. O site do Ministério do Esporte, porém, anunciou a conquista da Universíade ignorando a retirada de Budapeste, e comemorando a vitória “por unanimidade” de Brasília, que na verdade não teve concorrentes.

Agora, a capital federal terá de se preparar para o torneio, que em sua última edição envolveu mais de dez mil atletas e 27 esportes.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir