Curiosidades da Copa no Brasil 2014!

- PUBLICIDADE -

Os 32 países –falta apenas a confirmação do Uruguai– que devem disputar a Copa do Mundo de 2014 somam juntos 1,87 bilhão de habitantes. Mas isso corresponde a somente 26,75% da população da Terra.

O Mundial com recorde de nações com maior população acumulada é o de 2002 por causa da China, que permanece imbatível neste quesito e tinha, na época, cerca de 1,28 bilhão de cidadãos. Os chineses só estiveram nesta edição, ocorrida na própria Ásia, nos vizinhos Japão e Coreia do Sul.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como em 2010 a Espanha se tornou a oitava campeã mundial, é bem provável que pela primeira vez haverá tantas seleções vencedoras de Copa. Em 2002 e 2010, estiveram as até então sete ganhadoras de títulos.

Para confirmar o número, o Uruguai precisa eliminar a Jordânia nesta noite em casa. Na primeira partida, os uruguaios ganharam por 5 a 0.

Com a confirmação dos uruguaios, haverá seis seleções sul-americanas no Mundial. O maior número de representantes da América do Sul foi registrado na primeira edição, em 1930, no Uruguai.

Além do país-sede, participaram Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Peru e Bolívia.

Como só 13 equipes participaram, praticamente metade delas era do continente.

OUTRAS CURIOSIDADES

A Argélia se classificou e manteve a tradição de haver pelo menos uma seleção árabe na Copa desde 1978. Porém, nenhum país nórdico garantiu vaga, o que não acontecia desde 1982.

Como em 1950, a segunda Copa no Brasil deve ter só uma nação estreante. A Bósnia-Herzegóvina virá. A Jordânia caso elimine o Uruguai será a segunda estreante.

Em 2014, a África terá pela primeira vez num Mundial os mesmos classificados das eliminatórias da edição anterior. Serão Gana, Costa do Marfim, Nigéria, Argélia e Camarões.

A próxima Copa será a 20ª. Pela oitava vez, ocorrerá no continente americano. Na Europa, foram dez. Na Ásia e na África, uma.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir