Bundesliga se diz pronta para voltar, mas espera aval do governo

- PUBLICIDADE -

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — A Bundesliga anunciou nesta quinta-feira (23) que está pronta para retomar a competição em maio. O anúncio foi feito após reunião que envolveu os 36 clubes das duas principais divisões do país.

Foto: Divulgação.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Agora, a organização da liga aguarda o aval das autoridades alemãs para poder colocar em prática o plano de voltar a realizar jogos, sem público, já no próximo mês.

“Nós não definimos uma data ainda porque não podemos. Seria muito presunçoso da nossa parte fazê-lo. Não está nas nossas mãos se voltaremos ou não. A primeira semana de maio já não é mais uma realidade. Se houver um sinal na semana que vem de que poderá ser no dia 9 de maio, então será dia 9 de maio. O que nós temos em mãos é a habilidade de dar a quem toma as decisões provas de que estamos prontos”, disse o CEO da Bundesliga, Christian Seifert, nesta quinta.

A liga alemã calcula que, para retomar a Bundesliga e a Bundesliga 2, seriam necessários 22 mil testes de coronavírus para o restante da temporada.

Seifert diz que, segundo o Robert Koch Institute, agência do governo responsável pela saúde, a a Alemanha trabalha com uma estimativa de 818 mil testes semanais. “Nós náo usaríamos 0,4% disso”, disse o CEO.

Os testes em atletas seriam realizados permanentemente. O fato de algum jogador ser contagiado não significaria o isolamento automático do restante da equipe.

No estudo que será apresentado pelos dirigentes ao governo alemão, além de um convênio com cinco associações laboratoriais, a Bundesliga estima que será necessário um máximo de apenas 322 pessoas trabalhando diretamente em uma partida da primeira divisão.

Dependendo do estádio, esse número pode baixar para 213 (98 no gramado e em volta dele e outras 115 nas arquibancadas e demais setores). Já para a segunda divisão, o cálculo diz que 270, dependendo do local de realização, seria o número máximo de profissionais necessários para a realização de um jogo. Em estádios menores, o operativo poderia ser reduzido para 188 pessoas.

“Jogos sem torcida não é o que nós queremos, mas no momento é a única coisa que parece factível”, afirmou Christian Seifert.

O governo federal alemão se reunirá no próximo dia 30 com representantes dos 16 estados do país para discutir a possibilidade de retomada do futebol nacional. Governadores da Baviera e da Renânia do Norte-Vestfália já se anteciparam e deram sinal verde para o retorno da liga.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir