Técnico do XV diz que último resultado não era o desejado, mas ainda confia no acesso

O XV empatou com o São Caetano aqui no Barão na noite de quarta-feira (23); agora decidirá o acesso na próxima semana, fora de casa

- PUBLICIDADE -

O técnico do XV de Piracicaba, Evaristo Piza, analisou o empate em 0 a 0 do XV com o São Caetano, na noite desta quarta-feira (23), no Estádio Municipal Barão da Serra Negra, em Piracicaba, no primeiro confronto entre as equipes pelas semifinais do Paulistão A2 2020. O treinador afirmou que, atuando sob seus domínios, o placar em igualdade não era o desejado, mas falou também que segue confiante na conquista do acesso à elite estadual.

O decisivo embate, valendo uma vaga na final e o acesso à Série A1, acontece na próxima quarta-feira, 30, às 16h30, no Estádio Municipal Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Novo empate leva a definição para os pênaltis. Quem vencer, por qualquer diferença, avança. “Não era o que esperávamos. Nossa intenção era fazermos um resultado melhor para levarmos para lá, obtermos uma vantagem e transferirmos a responsabilidade para o adversário”, disse Piza.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O comandante, no entanto, lembrou que o elenco do XV já demonstrou sua força. “Vamos em busca da vitória, assim como foi com a Portuguesa. Independente da partida ser no Barão ou no Anacleto, nosso intuito é jogar. Tenho a semana toda para analisar e vamos lutar pelo acesso, claro que respeitando e sabendo do potencial do São Caetano. Será mais um jogo bem complicado. São dois clubes de tradição e com atletas experientes”, externou.

Piza fez, ainda, seu balanço sobre o empate no Barão. “O primeiro tempo foi muito igual, com as duas equipes parecidas, com as mesmas características, buscando a bola longa para a disputa. Tiveram poucas jogadas pelo chão. Eles criaram a partir de bolas paradas e nós tivemos nossas chances pelo alto, com o Caio (Mancha) e o Kadu (Barone). No intervalo, eu senti que precisava mudar um pouco o jeito do nosso time, deixando mais a bola no chão, atuando de forma mais leve. Foi isso que procurei com as substituições. Tivemos o maior volume no segundo tempo, ações ofensivas, mas as decisões foram erradas”, concluiu.

REAPRESENTAÇÃO — O plantel quinzista se reapresentou já na manhã desta quinta-feira, 24, no estádio municipal em Piracicaba. Os jogadores que ficaram em campo por mais de 45 minutos na última partida fizeram um trabalho regenerativo, enquanto os demais, que estão à disposição de Piza, entraram em campo, em jogo-treino contra o Amparo, que se prepara visando o Campeonato Paulista Sub-23 – Segunda Divisão. O XV venceu por 4 a 0, com dois gols de Erison, um de Marcelinho e um de Muriel.

XV empata com São Caetano na noite desta quarta-feira (23) e vaga pelo acesso à elite estadual segue em aberto

XV de Piracicaba e São Caetano empataram em 0 a 0 na noite desta quarta-feira (23), no Estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba, pela primeira partida das semifinais do Paulistão A2. O jogo da volta acontece na semana que vem, na quarta-feira, dia 30, às 16h30, desta vez no Estádio Municipal Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Quem vencer, estará na decisão do campeonato e garantirá presença na elite estadual no ano que vem.

O sistema de disputa desta nova etapa do torneio continua da mesma forma que a anterior, as quartas de final, ou seja, se a soma dos placares terminar empatada, o confronto será definido nas cobranças de pênaltis. Assim, quem ganhar no ABC paulista, independente do placar, avança. Empate, por qualquer que seja o marcador, levará aos pênaltis. O elenco comandado por Evaristo Piza se reapresenta já na manhã desta quinta-feira, visando esse próximo desafio.

O JOGO — O XV teve uma de suas melhores chances na partida logo aos três minutos, quando Raphael Macena cruzou na segunda trave para Caio Mancha. O camisa 11 cabeceou e Luiz Daniel espalmou, evitando a abertura no placar. Os visitantes responderam dois minutos depois. Alex Reinaldo cobrou escanteio, Joel Vinícius desviou de cabeça na primeira trave e a bola chegou para Everton Dias, no meio da pequena área, cabecear por cima da meta quinzista.

Aos nove minutos, Anderson Rosa chutou forte de pé esquerdo de fora da área, Mota defendeu e no rebote Emerson Santos cabeceou para fora. Jefferson Feijão, aos 17, acionou Caio Mancha na grande área. O jogador do XV finalizou de direita, a bola desviou em Domingos, subiu e saiu à direita do gol, pela linha de fundo. Alex Reinaldo, aos 23, tentou surpreender Mota em cobrança de escanteio, tentando o gol olímpico. O goleiro deu um tapa para escanteio.

Raphael Macena, aos 28, em outra boa oportunidade criada, levantou na segunda trave, desta vez para Kadu Barone, que antecipou a marcação e mandou de cabeça, mas a bola subiu demais e o lance terminou em tiro de meta. Alex Reinaldo, aos 44, bateu falta da entrada da área e a bola passou perto da trave direita. Nos segundos iniciais da segunda etapa, que foi mais truncada, Caio Mancha arrematou de longe, para fora, com o 0 a 0 seguindo até o apito final.

Paulistão A2: Semifinal: 18ª rodada
XV de Piracicaba 0 x 0 São Caetano

Data – 23/09/2020
Horário – 17h
Local – Estádio Municipal Barão da Serra Negra, Piracicaba (SP)
Árbitro – Adriano de Assis Miranda
Assistentes – Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Luiz Alberto Andrini Nogueira
Quarto árbitro – Thiago Lourenço de Mattos
VAR – Thiago Duarte Peixoto
AVAR1 – Thiago Luis Scarascati
AVAR2 – Marco Antônio de Andrade Motta Júnior
Avaliadora de campo – Ana Paula da Silva de Oliveira
Observador VAR – Ednílson Corona
Quality Manager – Walter de Lima Coelho Júnior
Cartões amarelos – Douglas Marques, Felipe Manoel e Leonardo (XVP); e Eric Di Maria e Luiz Daniel (SCA)

XV de Piracicaba – Mota; Jefferson Feijão (Filipe Cirne), Douglas Marques, Diego Jussani e Paulão; Felipe Manoel, Gabriel Soares (Samuel Andrade) e Daniel Costa (Erison); Raphael Macena, Kadu Barone (Kelvin) e Caio Mancha (Marcelinho). Técnico: Evaristo Piza.

São Caetano – Luiz Daniel; Alex Reinaldo (Acácio), Domingos (Guilherme Amorim), Sandoval (Gustavo) e Dudu; Everton Dias, Emerson Santos e Anderson Rosa; Eric Di Maria, Ronaldo e Joel Vinícius. Técnico: Alexandre Gallo.

Foto: Michel Lambstein
Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir