Santos bate Athletico, se recupera e é único paulista a vencer na rodada

Os destaques da vitória santista foram Soteldo e Marinho. O time jogava mal, e foi do venezuelano o gol que abriu o marcador e mudou a história do confronto.

- PUBLICIDADE -

Em momentos diferentes na temporada, Santos e Athletico-PR se enfrentaram neste domingo (16) na Vila Belmiro. Quem levou melhor foram os donos da casa, que venceram por 3 a 1, gols de Soteldo, Felipe Jonatan e Marinho. Abner marcou para os vistantes. Com isso, o time alvinegro foi o único paulista a conseguir os três pontos na terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

uma foto do jogador martinho comemorando
Foto: Reprodução/Twitter/Santos FC

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Foi ainda a primeira vitória do Santos no Brasileiro e a primeira nesta retomada do futebol nacional.

Até então, a equipe somava dois empates e três derrotas.

O triunfo do time comandando pelo técnico Cuca faz com que o clube deixe as última colocações do torneio nacional e chegue aos quatro pontos. Já a equipe paranaense estaciona nos seis pontos, porém permanece em uma boa posição na tabela de classificação.

Agora, as duas equipes focam suas atenções para os duelos da próxima rodada do torneio nacional. Enquanto o Santos atua fora de casa diante do Sport, o Athletico encara o Palmeiras, que ainda não conseguiu vencer nesta edição do Campeonato Brasileiro.

Além dos três pontos, o torcedor santista pode comemorar o fato ser o único time paulista que venceu na terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. isso porque neste domingo o São Paulo perdeu para o Vasco por 2 a 1 e o Bragantino para o Bahia, pelo mesmo placar. No sábado, Corinthians e Palmeiras empataram contra Grêmio e Goiás, respectivamente, por 0 a 0 e 1 a 1.

Na história dos dois times no Campeonato Brasileiro, larga vantagem do Peixe, que derrotou o Athletico em 23 oportunidades e saiu como perdedor em apenas 12 (são mais 12 empates). O triunfo deste domingo faz com que a vantagem no histórico seja exatamente o dobro e mantenha o domínio contra o adversário.

Os destaques da vitória santista foram Soteldo e Marinho. O time jogava mal, e foi do venezuelano o gol que abriu o marcador e mudou a história do confronto. Além disso, sua capacidade de driblar e ganhar do adversário no mano a mano ajuda na construção ofensiva do time e oferece maior espaço aos seus companheiros.

Vale destacar também a grande atuação de Marinho, que marcou o terceiro gol, deu assistência para o primeiro e dificultou a marcação dos defensores adversários.

O grupo comandado por Cuca teve nítida evolução de desempenho neste domingo depois de ter sido presa fácil para o Inter na rodada passada. A equipe teve pouca criatividade, mas não faltou intensidade no ataque. E com isso, soube aproveitar muito bem as chances oferecidas pelo Athletico.

Mesmo jogando fora de casa, o Athletico fez questão de ter a posse de bola e ditar o ritmo do jogo, porém a falta de qualidade nas finalizações dificultaram o domínio no placar. Além disso, um erro defensivo foi o suficiente pra mudar o destino da partida, atrapalhando os planos do time paranaense.

O Santos começou a partida com uma postura mais defensiva do que o esperado, não conseguindo criar no sistema ofensivo e apenas observando o Athletico ditar o ritmo do jogo. A posse de bola era na sua maioria do clube visitante e aos poucos a equipe paranaense conseguiu se infiltrar na defesa do Peixe.

A falta de atitude dos mandantes dava ainda mais tranquilidade para o time paranaense, que utilizava constantemente os atacantes Vitinho e Léo Cittadini para tentar furar o sistema defensivo do adversário.

No entanto, o Santos aproveitou o único erro do Athletico para abrir o marcador na Vila Belmiro. Depois de um passe errado de Thiago Heleno e uma bobeada de Lucas Halter, Marinho encontrou Soteldo, que livre na área apenas precisou empurrar a bola para o fundo das redes. O gol fez muito bem para os donos da casa, que ganharam confiança e ampliaram o placar aos 39 minutos, quando Felipe Jonatan acertou um lindo chute no ângulo esquerdo.

Já na segunda etapa, o Peixe conseguiu encontrar um equilíbrio entre proteger a defesa e atacar com inteligência os espaços, dificultando o esquema de jogo do Athletico, tanto que o Santos esteve mais próximo de fazer o terceiro gol do que a equipe paranaense diminuir o marcador – e foi o que aconteceu.

Aos 36 minutos, Marinho aproveitou erro da defesa para deixar o seu e ampliar o marcador para o Santos. O time da casa nem sequer se incomodou com o gol de Abner, que diminuiu para o time visitante.

CORONAVÍRUS
Apesar de ser o comandante do Athletico, Dorival Júnior não esteve na beira do gramado dando ordens aos jogadores pois foi diagnosticado recentemente com COVID-19. Por isso, quem dirigiu o time foi Lucas Silvestre, seu filho que trabalha junto com ele desde 2010.

SANTOS
Vladimir (João Paulo); Pará, Lucas Veríssimo (Alex), Luan Peres, Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez; Soteldo, Marinho (Jobson), Kaio Jorge (Tailson). T.: Cuca

ATHLETICO-PR
Santos; Jonathan (Khellven), Lucas Halter, Thiago Heleno, Abner Vinícius; Wellington, Léo Citadini, Marquinhos Gabriel (Richard); Nikão (Geuvânio), Vinicius Mingotti (Carlos Eduardo), Vitinho (Pedrinho). T.: Lucas Silvestre
Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Juiz: Anderson Daronco (RS)
Cartões amarelos: Alison (Santos); Richard e Lucas Silvestre (Athletico)
Gols: Soteldo, aos 28min, e Felipe Jonatan aos 39min do primeiro tempo, e Marinho aos 36min do segundo tempo (Santos); Abner, aos 41min do segundo tempo (Athletico)

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir