Após denúncias de abuso sexual, João de Deus aparece em público pela primeira vez

- PUBLICIDADE -

O médium João de Deus, de 76 anos, apareceu em público pela primeira vez nesta quarta-feira (12), após denúncias de abuso sexual. Ele foi até a casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal, onde é o líder espiritual. No local, ele declarou perante aos amigos e jornalistas que é inocente.

“Meus queridos irmãos e minhas queridas irmãs, agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus, mas quero cumprir a lei brasileira porque estou na mão da lei brasileira. João de Deus ainda está vivo. A paz de Deus esteja convosco”, diz João de Deus.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Foto: Reprodução/ G1

Nos últimos dias, muitas mulheres relataram que se sentiram abusadas sexualmente durante o trabalho espiritual do médico. Mas, a investigação só tomou força quando na última segunda, dia 10, o programa Conversa com Bial, da Tv Globo, divulgou o relato de 10 mulheres que disseram ser vítimas dos abusos de João.

Até o momento, a Polícia Civil já recebeu 13 pessoas com denúncias. “Segundo o depoimento dessas mulheres, o núcleo da ação é sempre o mesmo. Um atendimento reservado, em local restritivo e, depois de algum tempo, condutas que são semelhantes nas descrições delas”, explica o delegado-geral da PC-GO, André Fernandes.

O caso está sendo investigado.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir