Coronavírus: shoppings e academias serão fechados na Grande SP

- PUBLICIDADE -

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (18) o fechamento de todos os shoppings centers da capital paulista e da região metropolitana de São Paulo para deter a propagação do coronavírus.

Foto: Reprodução/Governo do Estado de SP/YouTube)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os shoppings tem até a próxima segunda-feira (23) para fechar as portas. O fechamento deve durar até o dia 30 de abril. A medida não se aplica a shoppings do interior e do litoral, apenas da Grande São Paulo.

“Todos os shoppings centers deverão ser fechados até o dia 23 de março. Ou seja, ao longo do dia de amanhã até o dia 23, os shoppings deverão ser fechados por razões sanitárias e proteção aos seus funcionários, aos seus profissionais e obviamente aos clientes.

Academias

As academias de ginástica na Grande SP também devem ter as operações encerradas até o próximo domingo (22), disse o governador em entrevista coletiva. O governador destaca ainda que aglomerações em praias e clubes não são recomendadas e que idosos devem evitar sair de casa.

“Não é recomendável aglomerações. A nossa recomendação é: evitem aglomerações. O bom senso e a prudência cabem a cada cidadão. São medidas estabelecidas, decididas e fundamentadas, baseadas em informações que chegam da área médica e sanitária”, disse João Doria.

Em relação ao fechamento de shoppings e academias, a secretária de Desenvolvimento Econômico do estado destacou que a medida foi discutida com entidades do setor.

“Essa medida foi muito dialogada com o setor e foi entendido que a prioridade é o bem estar das pessoas. O mais importante é evitar aglomerações. O foco é termos o combate ao coronavírus. Foi um trabalho dialogado e planejado para que seja feito sem pânico e priorizando o bem estar da população e o bem estar dos profissionais que trabalham nestes espaços”, disse Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do estado.

O governo também anunciou a ampliação da entrega de medicamentos de alto custo de um para três meses para 830 mil pacientes em todo o estado.

Escolas públicas de SP

Também devem estar fechadas, a partir da semana que vem, todas as escolas públicas de São Paulo. A suspensão gradual das aulas teve início na última segunda-feira (16). Escolas particulares também foram orientadas a fechar as portas.

Governo de SP confirma 1ª morte por coronavírus no Brasil

O estado de São Paulo registrou a primeira morte pelo novo coronavírus (Covid-19) no Brasil. A informação foi divulgada pelo governo estadual na manhã desta terça-feira (17).

A vítima fatal é um homem, ele tinha 62 anos e estava internado em um hospital particular. O paciente apresentava histórico de diabetes e hipertensão, além de hiperplasia prostática, que é um aumento benigno da próstata e não é considerado uma doença, mas uma condição comum em homens mais velhos que pode causar infecções urinárias.

Segundo o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência para o coronavírus no estado de São Paulo, a vítima teve os sintomas da doença no dia 10 de março, sendo internada quatro dias depois, no dia 14, e falecendo às 16h03 desta segunda-feira (16).

O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, informou que o homem não tinha histórico de viagens ao exterior e está sendo tratado como caso de transmissão comunitária do vírus.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir