4º caso de morcego com raiva é registrado em Piracicaba neste ano

Outros três casos foram registrados anteriormente nos bairros Jupiá e Parque Orlanda.

- PUBLICIDADE -

Uma foto que mostra um morcego contaminado pela doença
Foto: Divulgação.

A equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) informou que, na semana passada, outro caso de morcego com raiva foi registrado aqui em Piracicaba; desta vez, em um apartamento no Centro da cidade. Trata-se do quarto caso de morcego com raiva confirmado somente neste ano; os outros três casos foram registrados nos bairros Jupiá e Parque Orlanda.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em 2019, cerca de 300 animais foram investigados, sendo que 10 estavam contaminados com a doença. De acordo com Regina Lex Engel — bióloga do Centro de Controle de Zoonoses — são todos morcegos de hábito insetívoro (se alimentam de insetos), da família Molossidae, espécie Nyctinomops laticaudatus, sendo de pequeno porte, comuns na cidade.

“Eles formam grandes colônias, de 150 até 1.000 indivíduos. Esses morcegos se abrigam em cavernas, fendas de rochas e frestas de edificações humanas”, explicou. Regina disse também que o atendimento da equipe do CCZ via 156 já voltou ao normal, visto que o serviço estava interrompido devido à pandemia do coronavírus (Covid-19).

Alerta

A bióloga do CCZ alerta ainda que animais domésticos — como cães e gatos — devem ser vacinados com a vacina antirrábica. Isso é de extrema importância para a proteção deles, pois sem a vacina antirrábica em dia, esses animais tornam-se ainda mais expostos à contaminação. A vacina é gratuita e está disponível no Canil Municipal do CCZ, durante o ano todo, de segunda a sexta-feira, das 09h às 15 horas. Aos sábados, o local funciona das 09h às 11 horas e das 12h30 às 14 horas.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir