“Após a bariátrica, a vida do paciente melhora na maior parte das vezes”, diz médico ao PIRANOT

O Dr. Irineu Rasera, da Clínica Bariátrica, concedeu sua segunda entrevista ao PIRANOT, onde falou sobre o pós-operatório das cirurgias bariátricas

- PUBLICIDADE -

O doutor Irineu Rasera, da Clínica Bariátrica de Piracicaba, concedeu uma entrevista ao PIRANOT na noite da última sexta-feira (18), onde aproveitou para falar um pouco sobre o pós-operatório das cirurgias bariátricas. Trata-se da segunda entrevista que ele concede ao jornal.

"Após a bariátrica, a vida do paciente melhora na maior parte das vezes", diz médico ao PIRANOT
Foto: Divulgação.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Na primeira entrevista que o doutor Irineu concedeu ao PIRANOT, no dia 14 de agosto, ele falou sobre cirurgias bariátricas de uma maneira geral; agora, atendendo pedidos de vários leitores, o doutor aproveitou para falar um pouco mais sobre o pós-operatório. “O pós-operatório é uma preocupação grande daqueles que pensam em fazer a cirurgia bariátrica”, comentou o médico. “Contudo vale mencionar que a vida das pessoas após a cirurgia melhora consideravelmente na grande maioria da vezes.”

O doutor Irineu diz que a cirurgia bariátrica é uma cirurgia de grande porte, o que significa que os primeiros dias tendem a ser mais difíceis, requerendo ao paciente uma série de cuidados. Contudo, por mais que a maioria das pessoas passe por esse período de forma tranquila, o que surpreende é a mudança praticamente imediata no hábito de comer. “A cirurgia diminui a produção do hormônio grelina, o que explica a diminuição considerável da vontade de comer. A dieta é líquida por 15 dias, e após esse período, o paciente entra na dieta pastosa e na sequência faz a transição para a normalidade. Ou seja, há uma modificação hormonal que faz com que a pessoa tenha menos impulso na procura por alimentos sólidos.”

BARIÁTRICA EM PIRACICABA — Aqui no município, cerca de 10,6 mil pessoas já passaram por uma cirurgia bariátrica, o que faz de Piracicaba um centro de excelência a nível nacional. “Fizemos aqui a primeira cirurgia bariátrica em 1988. Na época, ela só havia sido feita em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Piracicaba é uma cidade de destaque”, comentou o doutor Irineu Rasera.

Para assistir, na íntegra, a entrevista que o doutor Irineu Rasera concedeu ao Jornal PIRANOT, basta clicar no vídeo abaixo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Doutor Irineu fala sobre o assunto.

Uma publicação compartilhada por PIRANOT (@piranot) em

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir