“Aqui em Piracicaba cerca de 10.600 pessoas fizeram bariátrica”, diz Dr. Irineu ao PIRANOT

O doutor Irineu Rasera, da Clínica Bariátrica de Piracicaba, concedeu uma entrevista ao PIRANOT nesta quinta-feira (13)

- PUBLICIDADE -

O doutor Irineu Rasera, da Clínica Bariátrica de Piracicaba, concedeu uma entrevista ao PIRANOT, na noite desta quinta-feira (13), onde falou um pouco sobre o universo das cirurgias bariátricas.

Foto: Divulgação.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Embora o assunto esteja em voga e a prática, com o passar do tempo, esteja cada vez mais comum, a cirurgia bariátrica é invasiva e exige preparação por parte do paciente. “Não há operação bariátrica sem avaliação multidisciplinar — com acompanhamento de nutricionista, psicólogo, enfermagem, fisioterapeuta, de um educação físico para pós-operatório, etc. É necessário uma preparação para que tenhamos certeza de que haverá mudança para uma vida nova por parte do paciente”, explicou.

O doutor Irineu Rasera alertou ainda que mais da metade da população brasileira está com sobrepeso, um fator que chama muito a atenção no meio médico. “Temos cada vez mais pacientes pesados. Não só aumenta o número de brasileiros obesos (que são cerca de 16% da população), como também aumenta o número de brasileiros pesados, inclusive adolescentes”, explicou.

Aqui em Piracicaba, cerca de 10,6 mil pessoas já fizeram cirurgia bariátrica. “Fizemos aqui a primeira cirurgia bariátrica em 1988, e, na época, ela só havia sido feita em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Piracicaba é destaque”, comentou o doutor Irineu Rasera. Confira, abaixo, na íntegra, a entrevista que o doutor Irineu Rasera concedeu ao PIRANOT.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Ele conta os desafios que vivenciou com seu trabalho pioneiro em Piracicaba

Uma publicação compartilhada por PIRANOT (@piranot) em

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir