Ciclista atropelado e morto em rodovia de Piracicaba é identificado

- PUBLICIDADE -

Conforme o Jornal PIRANOT noticiou em plantão na noite desta quarta-feira (11), um ciclista foi atropelado e morto por volta das 20h20, no km 167 da Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), em Piracicaba (SP). Identificamos que a vítima fatal é Antônio José da Cruz. Ele tinha 39 anos, era natural de Picos (PI), trabalhava como lavrador e residia na região do Vila Fátima.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O PIRANOT apurou tudo de perto e esteve no local acompanhando as diligências. A Polícia Militar Rodoviária foi acionada ao km 167 da Rodovia Geraldo de Barros (SP-304) para atender uma ocorrência de atropelamento. Lá chegando, constataram que Antônio trafegava de bicicleta pelo acostamento, momento em que foi atingido por um veículo. Após o acidente, o motorista infrator se evadiu sem prestar qualquer socorro.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a comparecer no local e socorrer até um hospital, porém ele não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito.

No local, a Polícia Rodoviária encontrou ainda dois veículos estacionados no acostamento, sendo um Fiat Strada (com marca de batida na traseira) e um Ford Focus (com marca de batida frontal). O condutor do Fiat Strada contou aos policiais que trafegava pela rodovia quando avistou uma pessoa caída no meio da via; ele parou o veículo para socorrer a vítima, momento em que o Focus colidiu em sua traseira. Já a condutora do Focus disse aos policiais que trafegava pela via momento em que colidiu na traseira do Fiat parado. De ambos, restou apenas danos aos veículos.

Denúncia

Durante o registro do Boletim de Ocorrência, uma denúncia chegou aos policiais de que o veículo responsável pelo atropelamento de Antônio seria um Corolla de cor preta. A placa do automóvel também foi informada.

Policiais investigaram o dono do veículo e chegaram à residência do investigado, na Vila Sônia. Embora ele não estivesse em sua casa, policiais conseguiram entrar em contato com seu pai.

O pai do investigado declarou que “chegou em casa após o trabalho e que não encontrou seu filho.” Ele alegou ainda que sua nora informou que seu filho “havia se envolvido em um acidente de trânsito e atropelado uma pessoa.” O pai disse ainda que seu filho “trabalha em um estacionamento de veículos e que provavelmente utilizou um deles para dar uma volta.” Para finalizar, o pai acredita que seu filho tenha se evadido do local por não ser habilitado.

 

  • DESCONTO DE ATÉ R$ 27 MIL – conheça o Residencial Ilhas Canárias, em Piracicaba, e veja a oferta especial para leitores do PIRANOT clicando aqui.
Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir