Em Piracicaba, Corpo de Bombeiros é acionado às pressas para apagar fogo em terreno

Embora ainda não se saiba o motivo do incêndio, a causa mais provável é que ele tenha sido causado por moradores de rua

- PUBLICIDADE -

O Corpo de Bombeiros de Piracicaba foi acionado às pressas, por volta das 16h30 desta terça-feira (29), para apagar um fogo em terreno. O local fica na esquina da Rua Prof. Antonio Pinto de Almeida Ferraz com a Avenida Presidente Vargas, no bairro Jaraguá.

Foto: Wagner Romano / PIRANOT

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com informações apuradas pelo PIRANOT, o terreno atualmente está abandonado, contudo já foi usado no passado como um depósito de telhas. Embora ainda não se saiba o motivo do incêndio, a causa mais provável é que ele tenha sido causado por moradores de rua.

As chamas atingiram uma espécie de guarita construída no terreno, queimando totalmente a parte de dentro e chegando a ameaçar também o madeiramento. Os bombeiros também constataram que o portão existente na frente do terreno estava arrombado, corroborando a hipótese de que o local possa ter sido incendiado por moradores de rua.

Foto: Wagner Romano / PIRANOT
Foto: Wagner Romano / PIRANOT
Foto: Wagner Romano / PIRANOT

Em Piracicaba, Corpo de Bombeiros alerta a população da cidade sobre queimadas

O Tenente Beraldo, comandante dos pelotões do Corpo de Bombeiros de Piracicaba, conversou com o PIRANOT a respeito das queimadas em todo o município. Ele pede que a população evite pôr fogo em matos ou entulhos, principalmente levando em consideração que agosto é um mês com baixa umidade do ar e também baixo volume de chuva.

“Devido à fumaça, os malefícios causados à população são os mais diversos”, alerta. “A fumaça causa crises alérgicas em muita gente, os idosos ficam ruins de saúde e muitas crianças também acabam indo aos hospitais. Isso sem falar do incômodo provocado pela fuligem em roupas, casas e etc.”

Somado a isso, o Tenente informou que um simples fogo em mato tem capacidade para gerar um grande desequilíbrio ambiental. “Com as chamas, a fauna e a flora acaba prejudicada e animais como ratos, cobras e saruês acabam vindo à área urbana, podendo, em alguns casos, até mesmo a invadir residências.” Todos esses problemas, segundo o Tenente, podem ser evitados se a população infratora se conscientizasse.

A prática de pôr fogo em mato (queimada) é proibida por lei e pode até acarretar multa de R$ 741,77 reais. O mesmo vale ao descarte irregular de resíduos, que pode render uma boa multa no valor de R$1.053,14 reais ao infrator.

“Muitos incêndios aqui em Piracicaba são meros crimes ambientais, o que significa que as pessoas propositalmente colocam fogo em mato — seja para limpar um terreno ou até por maldade. Essas pessoas estão prejudicando todos ao seu redor e também o Corpo de Bombeiros, que se desloca até o local e perde muito tempo em ocorrências deste tipo”, desabafa o Tenente.

Viu pessoas colocando fogo em mato? Denuncie já!

O Tenente fez o alerta e disse que a população tem o dever de denunciar esses infratores. “A população pode nos ajudar. Basta fazer a denúncia ao Policiamento Ambiental ou à Polícia Militar, por meio do telefone 190. Assim, o culpado responderá por isso e a lei será colocada em prática”, finalizou.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir