Em Piracicaba, guarda civil de 57 anos é agredido dentro da UPA Vila Sônia

- PUBLICIDADE -

Em Piracicaba, um guarda civil de 57 anos foi agredido a chutes dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vila Sônia. O caso ocorreu por volta das 20h07 desta terça-feira (28).

piracicaba
Foto: Wagner Romano / PIRANOT.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com informações do próprio guarda civil, ele trabalhava na UPA Vila Sônia, quando em que um adolescente de 17 anos deu entrada no setor de emergência acompanhado da mãe, de 36, e mais dois amigos. Como não pode haver acompanhantes no local, o guarda solicitou que os dois amigos e a mãe do adolescente saíssem do setor de emergência. Os dois amigos respeitaram a ordem, porém o adolescente saiu da maca em que estava e agrediu o guarda a chutes; a mãe do adolescente também se juntou ao filho na agressão, pegando o guarda pelo pescoço.

Após a agressão, tanto o filho quanto a mãe foram conduzidos ao plantão policial. Na delegacia, o guarda foi cientificado do prazo decadencial de seis meses para ofertar representação de crime para o prosseguimento do caso.

A Polícia Civil registrou o caso às 21h29 desta terça-feira (28) como crime de lesão corporal, incurso no Artigo 129 do Código Penal Brasileiro. O 5º Distrito Policial do município ficou incumbido de tomar todas as providências legais referentes à agressão.

 

  • ESTAMOS NO INSTA – conheça e siga o PIRANOT também no Instagram. Clique aqui.

 

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir