Mais 118 lóculos serão construídos no Cemitério Vila Rezende, em Piracicaba

Os lóculos são compartimentos em forma de gavetas onde os corpos são sepultados

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Piracicaba, por meio de sua Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), assinou um contrato para a construção de um novo bloco de lóculos no Cemitério da Vila Rezende. Com 118 novos lóculos/gavetas pré-moldados em pedra ardósia, a obra tem como objetivo melhorar o gerenciamento do espaço do cemitério.

Mais 118 lóculos serão construídos no Cemitério Vila Rezende, em Piracicaba
Foto: Divulgação.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ao término da obra (que terá prazo de 120 dias para execução), o Cemitério da Vila Rezende terá ao todo 472 lóculos. A empresa responsável pela construção é a JM Construtora e Marmoraria Ltda, vencedora do edital de concorrência Nº 22/2020.

Atualmente, Cemitério da Vila Rezende possui três blocos de lóculos — Blocos A, B e C. Esses blocos compõem um cemitério vertical dentro do cemitério da Vila Rezende. Os lóculos são compartimentos em forma de gavetas onde os corpos são sepultados. Além de serem uma solução para a falta de espaços em cemitérios, os lóculos são dispositivos ambientalmente corretos, pois não contaminam o solo e nem o lençol freático.

“Com esta obra, Piracicaba fica melhor preparada para atender a demanda. Contamos com quatro cemitérios no município, os públicos — Saudade, Vila Rezende e Ibitiruna — e o particular — Parque da Ressurreição –, além de um crematório particular (Unidas). Estamos trabalhando em conjunto com as funerárias e a Secretaria de Saúde, sempre visando atender as necessidades do município, respeitando as pessoas e o meio ambiente”, afirma José Otávio Menten, secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente.

Cada bloco tem cerca de 70 metros quadrados, onde estão dispostos 118 lóculos, explica o engenheiro Márcio Antônio Maruko, chefe da divisão de Obras da Sedema. “A vantagem desse tipo de dispositivo é a otimização de espaços dentro dos cemitérios”, analisa. Ele diz ainda que os lóculos são totalmente lacrados com “dois fechamentos, um interno com pedra ardósia, que é impermeável, e outro externo com granito”. Além disso, cada unidade/lóculo possui um sistema (tubulação e um compartimento com carvão ativado) que realiza a filtragem do odor.

Mais 118 lóculos serão construídos no Cemitério Vila Rezende, em Piracicaba
Foto: Divulgação.
Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir