Adolescente de 13 anos morre após jejum religioso de 68 dias

- PUBLICIDADE -

Foto: Reprodução / The Indian Express
Foto: Reprodução / The Indian Express

A polícia da Índia está investigando a morte da adolescente Aradhana Samdariya, de 13 anos, após jejum religioso de 68 dias. O caso aconteceu na cidade de Hyderabad, região sul do país, em uma comunidade jainista. O episódio provocou comoção mundial e entidades de defesa dos direitos infantis pediram punição aos responsáveis.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A morte ocorreu no dia 03 de outubro. Na véspera, sua família promoveu uma procissão pelas ruas da cidade. A menina chegou a ser levada em uma carruagem com os pais para celebrar o fim do jejum. As organizações humanitárias afirmam que a adolescente foi forçada a participar do ritual sobrevivendo apenas com água, pelo segundo ano consecutivo.

A polícia de Hyderabad abriu investigação e convocou o pai e o avô de Aradhana para depoimento no próximo sábado. Os parentes, que não estavam representados por advogado, alegaram que a adolescente queria, por conta própria, terminar o jejum pelo período de 68 dias.

.

A RELIGIÃO – O jainismo é uma antiga religião, cuja doutrina prescreve a não violência e o amor a todos os seres vivos. Aproximadamente 0,4% dos 1,27 bilhão de habitantes da Índia seguem a crença. Em julho, acontece o ritual conhecido como Chaumasa, que prevê o jejum.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir