Prefeito não aceita negociar e manifestantes bloqueiam ruas em Piracicaba

- PUBLICIDADE -

O prefeito de Piracicaba, Gabriel Ferrato do PSDB, que agendou no final da semana passada um encontro com os líderes do movimento Pula-catraca na tarde de hoje (18), decidiu por não atender os manifestantes.
Cerca de 500 pessoas aguardavam o encontro com o prefeito em frente á sede da prefeitura no Centro-Cívico ás 17h30, mas Ferrato não quis descer para dialogar pedindo para que um grupo de apenas 8 pessoas subisse para uma reunião o que não foi aceito.

Por volta das 17h46, sem a presença do prefeito os manifestantes revoltados voltaram a tomar as ruas da cidade rumo ao TCI – Terminal Central de Integração.
Todo o trajeto foi acompanhado de perto pela PM e pela Semultran que interditou algumas ruas e organizou o trânsito.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O protesto ocorreu de forma pacifica e os manifestantes gritavam palavras de ordem convocando a população para se unir á eles.

Sem conversa, Ferrato volta a ignorar o movimento como fez em Janeiro quando o valor do passe em Piracicaba subiu de R$ 2,60 para R$ 3 nos terminais e R$ 3,40 nos ônibus.

Além do preço alto, os manifestantes pedem melhoria no transporte público da cidade, o aumento da frota, mais linhas e formas dignas de uso do serviço.

O protesto agendado para Quinta-feira (20), está mantido e tem quase 9 mil pessoas confirmadas.
Os organizadores pedem que todos os atos de protestos sejam feitos de forma pacifica sem violência e depredações como acontecem em diversas partes do país.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir