Prefeitura de Piracicaba já gastou mais de R$ 14 milhões no combate ao coronavírus

Desde o início da pandemia…

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura de Piracicaba informou, esta semana, que já desembolsou mais de R$ 14 milhões no combate ao coronavírus (Covid-19) aqui no município desde o início da pandemia.

Prefeitura de Piracicaba já gastou mais de R$ 14 milhões no combate ao coronavírus
Foto: Marcello Casal Jr.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Somente nos hospitais daqui da cidade que atendem SUS, foram gastos R$ 9.349.974,27 reais — 66% do total. No Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC) foram desembolsados R$ 4.426.473,96, enquanto que na Santa Casa foram mais R$ 4.923.500, 31. O restante do valor foi para a estrutura física de atendimento — recursos humanos, EPI’s, mobiliários, equipamentos médicos de monitoramento e diagnóstico, medicamentos, testes rápidos e RT-PCR.

A Secretaria Municipal de Saúde adquiriu 10 mil testes rápidos no valor de R$ 875 mil;  outras 10 mil unidades encontram-se ainda em fase de licitação. Também foram adquiridos 2.300 testes RT-PCR no valor de R$ 281 mil. Só em EPI’s a Prefeitura gastou quase R$ 4 milhões aqui no município. “Mesmo assim, em termos de EPI’s e de testes rápidos, houve grande economia devido à colaboração da iniciativa privada e de organizações sociais com doações”, informou a Prefeitura.

O Governo do Estado, via DRS-X, enviou 16.300 testes rápidos aqui para a cidade. A Prefeitura também recebeu testes do Rotary Piracicaba, Receita Federal, Raízen, dentre outras que doaram diretamente aos postos de saúde, pela proximidade regional.

O secretário de Saúde, Dr. Pedro Mello, observa que a sociedade piracicabana tem sido solidária nesta luta e a iniciativa privada tem contribuído bastante. “É um momento que exige racionalidade e otimização dos recursos, estamos trabalhando com esta filosofia. A união de todos nesta luta contra a pandemia só nos fortalece e já podemos vislumbrar um cenário mais seguro e promissor com a redução gradual do número de casos e de hospitalizações”, afirmou.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir