Segundo parklet de Piracicaba é instalado em bar da Vila Rezende

- PUBLICIDADE -

O Bar do Ilson, situado na avenida Maria Elisa, 48, na Vila Rezende, é o segundo estabelecimento de Piracicaba a instalar um parklet para receber seus clientes. Esses equipamentos de uso público foram autorizados pelo decreto nº 17.317. Os parklets, construídos em madeira, geralmente, são uma extensão da calçada, montados sobre uma ou mais vagas de veículos em frente ao estabelecimento permissionário. O primeiro fica no Wynwood Kitchen & Bar, na rua Dona Eugênia, São Dimas.

parklet
Foto: Divulgação.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O objetivo dos parklets é incentivar o uso coletivo do espaço público e integrar as pessoas ao comércio. De acordo com Fernando Maia, sócio-proprietário da filial do Bar do Ilson em Piracicaba – a matriz fica em Limeira – antes as mesas ficavam na rua. Para se adequar à legislação e, ao mesmo tempo, proporcionar mais conforto e segurança aos seus clientes, Maia conta que procurou a Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, e a instalação do parklet foi a saída.

O parklet do Bar do Ilson, local famoso pela comida de boteco, principalmente o torresmo, acomoda cerca de 25 pessoas e teve investimento de R$ 35 mil. “A estrutura foi bem aceita. As pessoas têm prestigiado e elogiado o espaço. É feito com madeira tratada, segue as normas de acessibilidade, tudo em conformidade com a legislação, e também é coberto”, explica Maia. “Agora é só trabalhar e recuperar o investimento. Vamos colher os frutos lá pra frente”, diz, animado.

Piracicaba foi uma das primeiras cidades da região a regulamentar a instalação de parklets – extensões temporárias das calçadas para uso público para lazer e convívio, por meio de ocupação de vagas de estacionamento.

O decreto nº 17.317 foi publicado em dezembro de 2017. De acordo com o documento, os parklets poderão ser ocupados com bancos, floreiras, mesas e cadeiras, guarda-sóis, aparelhos de exercícios físicos, bicicletários, além de outros elementos de mobiliário urbano, para recreação e manifestações artísticas e culturais.

A instalação desses espaços se dá por iniciativa da Administração ou por meio de requerimento de pessoas físicas ou jurídicas junto à Secretaria Municipal de Obras (Semob), e tem de atender às normas e requisitos técnicos do decreto. Os processos passam por aprovação da Comissão Municipal dos Parklets de Piracicaba (Comupap), composta por servidores das secretarias de Meio Ambiente, Trânsito e Transportes, Obras e Ipplap (Instituto de Planejamento e Pesquisa de Piracicaba).

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir