Vereadora de Piracicaba questiona periodicidade da distribuição de kits de alimentação escolar

Ela quer saber, por exemplo, quantas entregas foram realizadas nos últimos cinco meses de quarentena

- PUBLICIDADE -

A vereadora Nancy Thame questionou a periodicidade da distribuição dos kits de alimentação suplementar entregues pela Prefeitura de Piracicaba a alunos de escolas públicas no período da pandemia do coronavírus (Covid-19). O requerimento 431/2020 foi aprovado na última quinta-feira (03), durante a 36ª reunião extraordinária.

Vereadora de Piracicaba questiona periodicidade da distribuição de kits de alimentação escolar
Foto: Divulgação.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A parlamentar pergunta: (01) quantas entregas foram realizadas nos últimos cinco meses de quarentena; (02) quais tipos de alimentos foram inseridos no kit e (03) como têm sido administradas as verbas para que sejam incluídos outros itens necessários para os alunos.

A vereadora recorda que a Lei Federal 13.987/2020 autoriza, em caráter excepcional, durante o período de suspensão das aulas em razão de situação de emergência ou calamidade pública, a distribuição de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas de educação básica.

“Sabemos o quanto os kits têm sido importantes para as famílias. No entanto, temos tido várias reclamações de munícipes. Sabemos que muitas cidades distribuem leites, legumes e frutas, mas, aqui, percebemos a ausência desses itens que são tão necessários”, alertou Nancy durante a reunião extraordinária.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir