Três mulheres são libertadas de tribunal do crime nesta segunda (01), em Campinas

- PUBLICIDADE -

Na manhã desta segunda-feira (01), três mulheres foram libertadas pela Polícia Militar, em Campinas (SP). As vítimas eram mantidas reféns na região do Bairro Cidade Singer.

De acordo com a corporação, as mulheres seriam levadas para serem “julgadas” em um tribunal do crime em Jundiaí (SP). Os policiais chegaram ao cativeiro após uma mulher, resgatada em uma rua do bairro depois ter sido espancada, indicar o local onde o suspeito poderia ser encontrado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Devido a gravidade dos ferimentos a vítima não conseguiu conversar com os policiais, mas escreveu as características do agressor e o possível endereço.

Prisões

Quatro criminosos foram presos após patrulhamento dos militares. Um dos agressores foi abordado saindo de uma residência e no mesmo momento, a equipe ouviu gritos por socorro.

As três mulheres foram encontradas em um quarto pequeno, em cima de um colchão. Outros três homens que estavam no local foram presos. Elas eram mantidas reféns no imóvel desde a manhã de domingo.

Os criminosos confessaram que são integrantes de uma facção criminosa e que levariam as três reféns para um tribunal do crime no bairro São Camilo, na cidade de Jundiaí. Um dos presos exercia a função de “disciplina” do grupo criminoso.

A ocorrência foi encaminhada à 2ª Delegacia Seccional de Campinas, onde a quadrilha permaneceu à disposição da Justiça.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir