Santa Bárbara d’Oeste tem maior alta de mortes por coronavírus dentre 91 cidades

É o que informou um levantamento divulgado pela USP (Universidade de São Paulo) e Unesp (Universidade Estadual Paulista)

- PUBLICIDADE -

Na última semana, a cidade de Santa Bárbara d’Oeste, na região de Piracicaba, apresentou o maior crescimento percentual de mortes por coronavírus (Covid-19) dentre 91 cidades do Estado de São Paulo. É o que informou um levantamento divulgado pela USP (Universidade de São Paulo) e Unesp (Universidade Estadual Paulista).

Santa Bárbara d'Oeste tem maior alta de mortes por coronavírus dentre 91 cidades
Foto: Reuters.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Entre os dias 20 e 26 de agosto, as mortes por Covid em Santa Bárbara d’Oeste passaram de 102 para 116, o que simboliza um aumento de 13,7%. Já nesta quinta-feira (27), a prefeitura da cidade informou o registro de mais dois óbitos, fazendo o número de vítimas aumentar agora 118.

Segundo Wallace Casaca, coordenador da pesquisa, as mortes por Covid em Santa Bárbara d’Oeste devem levar algumas semanas para começar a cair. Isso porque o número de mortes começou a aumentar consideravelmente neste mês de agosto. “O ideal seria que curva começasse a descer, mas não, subiu, chegou no topo e parou. Ainda vai uma, duas, ou até três semanas para diminuir, ou até mais”, explicou.

A Secretaria Municipal de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste informou que a taxa de letalidade (número de mortes em relação ao número de contaminados) no município encontra-se atualmente em 2,8%, índice inferior à média estadual, que é de 3,8%. “A Prefeitura segue trabalhando ininterruptamente para reduzir o número de casos e de óbitos, além de oferecer todo o suporte da rede municipal de Saúde para os pacientes acometidos pela doença, com ampliação de leitos de UTI e clínicos, implantação de um Hospital de Campanha e anexos específicos para atendimento de Covid-19 nos Prontos Socorros”, informou a Prefeitura da cidade.

Casos de Covid computados em Piracicaba até às 16h desta quinta-feira (27)

Nesta quinta-feira, dia 27, a Prefeitura de Piracicaba informou que cinco novas mortes por coronavírus (Covid) foram registradas na cidade. Além disso, a cidade também teve nesta quinta mais 137 novos casos da doença.

Segundo a Prefeitura, as cinco vítimas fatais desta quinta são: três homens (50, 61 e 91 anos) e duas mulheres (78 e 90 anos). Já em relação aos 137 novos da doença registrados nesta quinta em Piracicaba, temos:

  • 60 homens: 78, 38, 58, 24, 40, 36, 52, 39, 48, 17, 49, 61, 29, 54, 37, 33, 22, 23, 31, 41, 75, 10, 44, 28, 41, 42, 38, 27, 39, 28, 48, 25, 38, 58, 33, 19, 31, 55, 46, 33, 4, 47, 19, 17, 34, 38, 45, 46, 26, 20, 55, 17, 58, 38, 66, 75, 90, 64, 56 e 53 anos de idade;
  • 77 mulheres: 29, 32, 35, 39, 35, 11, 25, 87, 36, 83, 45, 29, 23, 43, 47, 61, 22, 22, 41, 21, 33, 36, 53, 18, 59, 57, 65, 31, 37, 26, 42, 21, 38, 25, 46, 49, 20, 25, 55, 34, 30, 30, 59, 63, 42, 30, 32, 43, 36, 44, 15, 38, 55, 35, 42, 30, 12, 44, 50, 33, 40, 32, 42, 28, 39, 42, 29, 49, 38, 32, 19, 14, 78, 54, 30, 48 e 92 anos de idade.

BALANÇO — Até esta quinta-feira (27), Piracicaba possuía ao todo: 11.308 casos confirmados de coronavírus, 977 casos suspeitos, 14.390 casos descartados, 9.674 casos recuperados, 1.353 pessoas em tratamento e 281 óbitos. Estes dados são da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do município.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Via O Liberal
Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir