Jogador Diego Costa, escolhe jogar na seleção da Espanha e ignora o Brasil

- PUBLICIDADE -

Diego Costa, 25, decidiu que vai defender a Espanha e não mais o Brasil.

O atacante do Atlético de Madri é o atual artilheiro do Campeonato Espanhol com 11 gols e, por ter dupla cidadania, poderia defender a seleção brasileira ou espanhola. Como nunca defendeu nenhum dos países em um torneio oficial, ele estava livre para escolher.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nesta terça-feira, a Federação Espanhola de Futebol mostrou um comunicado (leia mais abaixo) que o atacante brasileiro optou em defender a Espanha.

O que pesou na escolha do atacante foi, segundo ele, o fato de ter sido esquecido por Luiz Felipe Scolari por seis meses e não ter sido convocado nem mesmo para a Copa das Confederações. O jornal espanhol “El País” informa ainda que ter ficado fora dos amistosos contra a Coreia do Sul e Zâmbia influenciou na escolha de Diego Costa.

Pelo Brasil ele foi convocado para dois amistosos apenas: Rússia e Itália, no começo deste ano, quando jogou por apenas 26 minutos.

Para tentar convencer o atacante, Felipão chegou a convocar o atacante por antecipação para os dois próximos amistosos, em novembro, contra Chile e Honduras. A CBF até tornou oficial a convocação do atleta. No último domingo, o treinador da seleção brasileira chegou a afirmar que oferecia a Diego Costa “a possibilidade de ser hexacampeão do mundo”.

Após a decisão de Diego Costa, a CBF comunicou que o atacante foi desconvocado dos próximos amistosos. O presidente da CBF, José Maria Marin, se reunirá com o departamento jurídico da CBF na próxima segunda-feira para saber qual atitude vai tomar. A entidade não descarta reclamar formalmente na Fifa. “Não podemos deixar abrir a porteira”, afirmou o dirigente.

A CBF ainda tenta mudar a decisão, mas o coordenador-técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira, disse que o caso está encerrado

A preocupação da CBF não é com Diego Costa, mas abrir o precedente e perder mais atletas.

Merecido a escolha para jogar na seleção da Espanha, já que o Brasil o esqueceu estes anos todos, agora só por causa do seu jogo bem jogado o Brasil [o] quer, ele não teria chance e ficaria de banco caso ele fosse mesmo para a seleção brasileira. Sendo que o preferido dos técnicos é o jogador Neymar.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir