Prefeitura de Piracicaba abre sindicância para apurar crime contra cachorro

- PUBLICIDADE -

Em nota no começo dessa noite (18), a Prefeitura Municipal de Piracicaba anunciou a abertura de sindicância para apurar os maus tratos a um cachorro no Parque da Rua do Porto. Cinco homens foram presos e liberados. Um deles é um servidor público e os demais internos do projeto Lar de Ruas, que abriga andarilhos durante a pandemia.

Na imagem, um print do vídeo que mostra os homens jogando o cachorro no lago
Foto: Reprodução

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo o Poder Executivo, “Assim que tomou conhecimento do fato ocorrido, o procurador-geral, Dr. Sérgio Bissoli, disse que pedirá, logo na manhã desta segunda-feira (20) a abertura de sindicância. O próprio procurador, ao ver as imagens, disse “que absurdo, que lamentável, por que tanta crueldade?”.”.

Ainda segundo a Prefeitura, Bissoli, agora no final da tarde, já pediu a um procurador que peça o boletim de ocorrência na segunda-feira, e abrirá imediatamente a sindicância. Para ele, a atitude do servidor é lamentável, principalmente quando era o responsável pela saída das outras pessoas do abrigo Lar de Ruas, da Prefeitura. “O procurador-geral garante que o poder Executivo tem trabalhado muito para garantir a proteção dos animais de rua, tanto que comprou um Castramóvel para atender, nos bairros, cães e gatos e, junto ao governo do Estado, garantiu terreno e gestão no futuro hospital público veterinário de Piracicaba.”.

A secretária municipal Desenvolvimento e Assistência Social, Fabiane Fischer Gomes Oliveira, também lamentou a atitude dos moradores do Lar das Ruas. “Sinto pela crueldade com o animal. Sinto por estes cidadãos, por não terem desenvolvido sensibilidade e amor à vida em todas as suas formas”, enfatizou.

O vídeo

O diretor do PIRANOT, Júnior Cardoso, compartilhou o vídeo dos maus-tratos em seu Instagram, o @juniorpiranot. Na imagem os homens jogam, por duas vezes, o animal no lago, perto da pista de skate. Elas são horripilantes. Luísa Mell, defensora dos animais, também repecutiu o caso em sua rede social.

Leia também

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia também

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir